SHiFT – Setembro 2006, Lisboa

Tal como vos referi em Fevereiro, durante a LIFT06, eu, o Pedro e André estávamos a ponderar organizar uma conferência internacional sobre novas tecnologias no Outono, em Lisboa.

No nosso entender, era importante criar um evento em Portugal no qual se debatesse as importantes mudanças que se estão a verificar na área das novas tecnologias e o peso cada vez maior que as tecnologias tem nas nossas vidas, com os consequentes impactos positivos e negativos na sociedade actual.

Pois bem, após alguma reflexão, nós os 3 com outros amigos decidimos mesmo avançar com a organização de uma conferência internacional em Lisboa, a “SHiFT – Social and Human Ideas For Tecnology”. Continue reading

Novo aspecto visual

Depois de há quase 1 ano neste espaço, a utilizar o WordPress e o theme “connections” chegou o momento de fazer algumas mudanças neste blogue.

Há algum tempo que andava a pensar em mudar o aspecto visual do lisbonlab, para algo mais minimalista na linha do theme “Hemingway”. Após algumas experiências com diferentes themes do WordPress, finalmente consegui encontrar uma solução que me agrada bastante.

Assim, aproveitei a actualização do WordPress, da versão 1.5.2 para a 2.0.2 para implementar o theme SevenGreen, um theme minimalista 1 em 3 colunas criado por mim a partir da adaptação do theme SG/Dark, do Thomas Silkjær da “The undersigned”, cujo Ajax (funcionalidades de pesquisa e comentários) foi desenvolvido por Seven Goslings. Continue reading

De volta

Tal como referi no meu post anterior, nos últimos dias estive ausente de Lisboa, em Férias. Setúbal, Tavira e Vila Nova de São Bento (no Baixo Alentejo interior, em tempos a maior aldeia portuguesa) foram algumas das localidades por onde andámos, numa pausa que, acima de tudo nos permitiu descansar e restabelecermos energias para os próximos meses.

Infelizmente, o portátil com que trabalho diariamente ainda não está arranjado. Após o 1.º concerto, no qual a motherboard foi trocada, os problemas persistiram, de vez em quando o computador simplesmente deixava de responder, sendo que a habitual combinação de teclas do Windows “Ctrl + Alt + Del” (a 1.ª instrução que qualquer utilizador do Windows decora), não produzia qualquer efeito. Continue reading

É urgente aprender a vender

A cada dia que passa fico mais convicto que em Portugal existem óptimas ideias, excelentes soluções tecnológicas, mas, com raras excepções, as empresas portuguesas não as sabem vender.

Serei o único a ter esta opinião ou concordam comigo?

P.S.: Nos próximos 11 dias vou estar de férias, pelo que este blogue vai sofrer uma pausa. Reencontramo-nos em Maio.Portugal

Five Weird Habits

Uma das muitas iniciativas que andam neste momento a circular pela blogosfera internacional, é o “Five Weird Habits” no qual os bloggers devem divulgar os seus 5 hábitos mais estranhos, indicando também que 5 bloggers deverão continuar com esta cadeia.

Há mais de 2 meses, o André Ribeirinho indicou-me nos 5 nomes, para dar continuidade a esta brincadeira. Tal como ele, também eu não costumo gostar destas coisas, sobretudo porque passam por ter de indicar nomes de outras pessoas para dar continuação a este jogo, mas desta vez vou abrir uma excepção porque acaba por ser uma forma de as pessoas me conhecerem melhor.

Assim sendo, eis os meus cinco hábitos mais estranhos (tradução livre minha):

  1. Roer as unhas;
  2. Ser viciado em televisão;
  3. Estar sempre agarrado ao computador;
  4. Constatemente deixar livros a meio;
  5. Gostar de sandes de queijo com croquetes.

Fujindo às regras, não vou indicar 5 bloggers para dar continuidade a este jogo, vou optar por sugerir aos interessados em participar nesta brincadeira, que o façam por vossa própria iniciativa.

Netvibes – versão anise

Já aqui falei algumas vezes do Netvibes  (http://blog.lisbonlab.com/2005/11/10/netvibes-instead-of-livecom/, http://blog.lisbonlab.com/2005/12/29/my-2005-web-appsservices/), uma das minhas aplicações web 2.0 preferidas. Para quem ainda não conhece esta aplicação francesa, o Netvibes é uma homepage personalizável de acordo com as preferências de cada utilizador, na qual pode efectuar as suas pesquisas num dos 4 motores de busca disponíveis (Google, Yahoo, IceRocket, Wikipedia), conhecer a previsão meteorológica para a sua cidade (graças à ligação com o Weather.com), aceder às suas contas do Gmail, Yahoo mail, ou a contas de email via Pop3 ou mesmo IMAP4, criar webnotes, To Do lists, guardar bookmarks, aceder aos seus bookmarks no del.icio.us ou no BlogMarks ou por exemplo ler os seus feeds entre outras funcionalidades.
 
Pois bem, na passada 6.ª feira foi lançada a versão anise, que acrescenta um conjunto de novas funcionalidades ao Netvibes , com principal destaque para a possibilidade de o utilizador poder criar múltiplas páginas com “tabs”, permitindo, por exemplo que um utilizador possa ter uma página, ou melhor dizendo, uma sub-página, com as suas contas de email, uma com os feeds dos meios de comunicação social, outra com os feeds dos blogs mais importantes e a sub-página principal com o módulo de pesquisa, previsão meteorológica e outras coisas importantes. Interessante é que cada tab passa a disponibilizar o n.º de itens por ler. Sem dúvida que estamos perante uma aplicação de grande utilidade, com um grande potencial, e no meu caso particular, com um forte impacto positivo na minha produtividade.

 
Não querendo ser repetitivo, esta é uma aplicação que eu recomendo vivamente.
 
P.S.: É importante referir que eu não tenho qualquer relação formal com a empresa Netvibes, apenas me limito a ser um verdadeiro apreciador desta aplicação.

Actualizado às 19h09m de dia 10.04.2006: Pela 1.ª vez estou a experimentar as funcionalidade do módulo de feeds rss, que permite ouvir na própria página os podcasts. Muito interessante, simples, prático, rápido e bastante funcional. Não haja dúvida que o Netvibes está a colocar a fasquia a um nível muito alto.

O valor do tempo

Como podem facilmente comprovar, o meu último post tem mais de uma semana. Porém esta minha ausência, em nada está relacionada com a falta de vontade em manter actualizado este espaço ou com a falta de assuntos sobre os quais escrever, mas apenas com falta de tempo.

Não haja dúvida, que cada vez mais, o tempo é um dos nossos bens mais preciosos, por vezes insuficiente para tudo aquilo que temos em mãos, pelo que acabamos por ter que fazer algumas escolhas.

Nos últimos tempos, a avaria do "meu" portatil Fujitsu-Siemens (o disco deixou de funcionar), temporariamente substituido por um Tablet PC Compaq, com 3 ou 4 anos  por falta de outro equipamento de substituição, e os problemas de largura de banda no meu trabalho, contribuiram fortemente para a diminuição da minha produtividade e para a falta de tempo para escrever neste espaço. Espero que tudo volte ao normal, muito em breve.tempoFujitsu-SiemensTablet-PC Compaq