O poder dos blogues?

Blogues Proibidos

Ao ler o excelente livro “Blogues Proibidos” do Pedro Fonseca surgiu-me a seguinte questão:

Num cenário unicamente hipotético, será que a maioria das pessoas deixaria de criar o seu blogue se pudesse publicar, livremente, os seus conteúdos num jornal de referência, regional ou nacional?

  • http://quionga6.com eu

    Creio que um jornal deixaria de ser de referência a partir do momento em que qualquer desconhecido aí publicasse os seus “pensamentos” de forma livre. A referência faz-se com gente a quem se reconhece algo.

    Prefiro ter os meus comentários no meu blog. Mesmo que poucos o leiam. Se fossem assim tão interessantes já algum jornal me teria convidado para cronista, paineleiro ou outra figura similar.

  • http://insustentaveleveza.blogspot.com/ Sabine

    Não me parece.

  • Miguel Pires

    Penso que depende do tipo de blogue e do tipo de pessoa.
    A maioria das pessoas tem um blogue e dá-lhe a importância que merece, independentemente do número de comentários/visitas.
    Um blogue em oposição a um espaço num jornal é como subir a uma árvore: todos gostam de subir a árvores mas ao passo que num blogue a queda é pequena, num jornal a queda teria outra dimensão. Quero com isto dizer que só aderiam ao seu espaço num jornal aqueles que realmente não tivessem telhados de vidro, estivessem a 100% envolvidos nas palavras que diziam, isto porque geralmente é fácil “amandar” a sua opinião num blogue porque não vai haver -normalmente- qualquer tipo de backfire. O mesmo não se passa num jornal.

  • http://blog.invisivel.net Filipe Correia

    Para a maioria das pessoas, diria que não. Os autores têm um certo sentimento de posse pelos seus blogues, que se perderia.