De volta

Tal como referi no meu post anterior, nos últimos dias estive ausente de Lisboa, em Férias. Setúbal, Tavira e Vila Nova de São Bento (no Baixo Alentejo interior, em tempos a maior aldeia portuguesa) foram algumas das localidades por onde andámos, numa pausa que, acima de tudo nos permitiu descansar e restabelecermos energias para os próximos meses.

Infelizmente, o portátil com que trabalho diariamente ainda não está arranjado. Após o 1.º concerto, no qual a motherboard foi trocada, os problemas persistiram, de vez em quando o computador simplesmente deixava de responder, sendo que a habitual combinação de teclas do Windows “Ctrl + Alt + Del” (a 1.ª instrução que qualquer utilizador do Windows decora), não produzia qualquer efeito. Acho que o problema deve ser no disco duro, ou na ligação da motherboard a este, mas seja o que for, só espero que me resolvam o problema o mais depressa possível, e de preferência, de uma vez por todas, nem que troquem todas as peças da máquina, afinal ainda está na garantia (segundo os meus colegas me informaram).

Não sei se conseguem imaginar os efeitos que esta situação tem na minha produtividade. Apesar de ter um PC onde me posso desenrascar e fazer as tarefas mais básicas e urgentes, para todos os efeitos esta não é a minha máquina, com os meus programas, as minhas confirgurações e preferências.

Mais de 10 dias de total ausência da Internet, traduziram-se num acumular de inúmeros e-mails nas caixas de correio pessoal e profissional e no fantástico número de 500 posts por ler no meu agregador de conteúdos (Newsgator). Das duas, uma, ou apago tudo, ou acho que vou precisar da semana toda para correr na diagonal toda esta pseudo-informação.

  • http://www.diasdeblog.net cajo

    bem vindo!