“Google shares reach $400, valuation rises to $118bn”

Na sequência do lançamento do Google Analytics na semana passada e do Google Base, já durante esta semana, as acções do Google ultrapassaram hoje, pela primeira vez, a barreira dos 400 dólares. De acordo com o artigo “Google shares reach $400, valuation rises to $118bn”, publicado no Financial Times (http://news.ft.com/cms/s/1aa24ea8-575a-11da-b7ea-00000e25118c.html):

“Meanwhile the rise of 1.1 per cent to $400.6 in Google’s share by late morning on Thursday gave the internet giant a valuation of $118.4bn.”

“Google’s shares have risen 107.8 percent so far this year, broadly outperforming Yahoo’s, which have risen 7.5 per cent over the same period.”

Não haja dúvida que é impressionante. E a avaliar pela quantidade de serviços que o Google lança por mês (para não dizer por semana), associado à forte possibilidade de lançarem o Google Office, uma versão web do OpenOffice (pelo menos, eu acredito que será uma realidade, e provavelmente mais cedo do que esperamos), o preço das acções é capaz de chegar rapidamente aos 500 dólares. Será que sim?

Para os interessados poderão consultar mais informação sobre o fantástico evoluir das acções do Google no Financial Times, no seguinte link: http://mwprices.ft.com/custom/ft-com/quotechartnews.asp?FTSite=FTCOM&q=GOOG&searchtype&expanded=&countrycode=us&s2=us&symb=GOOG&company=NEW

GoogleGoogle BaseGoogle AnalyticsFinancial TimesYahoo

  • http://entropy.thinkwest.com Nuno

    A isto chama-se o efeito “bolha”.

  • Pingback: Anonymous