WeBreakStuff

WeBreakStuffHá alguns dias descobri um site de um pequeno estúdio de design e desenvolvimento, chamado WeBreakStuff. Logo há partida foi um site que me cativou pelo seu design, minimalista mas bastante atractivo. No entanto, os principais motivos que me levam a recomendar a sua leitura e acompanhamento são:

  • Os principais temas abordados no seu blogue são o design, as questões de acessibilidade e outras questões relacionadas com a bolha do momento, a Web 2.0;
  • O facto de ser um dos 20 blogues do "web 2.0 workgroup";
  • Último, mas não menos importante, ser da responsabilidade de um português de nome Frederico Oliveira.

WeBreakStuffWeb 2.0

WordPress 2.0 beta2

WordPress

No final da semana passada foi lançada a 1.ª versão beta do WordPress 2.0, tal como avançou o Pedro Fonseca. Entretanto no decorrer desta semana, esta já foi actualizada com a  versão 2.0 beta 2

Depois de ter lido o post do Pedro Fonseca, logo que pude, fiz uma instalação nova do WordPress 2.0, na minha pasta de desenvolvimento. Ontem à noite, aproveitei e fiz o upgrade para a versão 2.0 beta 2.

Tanto na 1.ª instalação como no upgrade, não tive nenhum problema. O único problema inicial, mínimo, foi no template K2 beta 1 (já que estamos numa de testar versões beta, porque não experimentar também a versão beta do Kubrick2), mas que rapidamente, com uma pequena alteração no código, ficou operacional.

Tal como muitos outros fãs do WordPress estava à espera do lançamento de uma versão 1.6 e não de uma versão 2.0. No entanto, para mim é-me totalmente indiferente a designação que lhe foi dada. A única que coisa que me interessa verdadeiramente é que esta nova versão seja disponibilizada logo que seja possível, com a esmagadora maioria dos bugs ultrapassados, para nós possamos usufruir dela.

Até ao momento, esta versão agrada-me. É verdade que podia ser muito mais arrojada, com a introdução de mais funcionalidades novas. No entanto, o facto de não desvirtuarem aquilo que eu considero ser as vantagens principais da aplicação, como a sua simplicidade e intuitividade e o pragmatismo do sistema de plugins, já são boas notícias. Por vezes algumas aplicações no seu processo evolutivo, com o acréscimo de funcionalidades, acabam por perder os principais argumentos que as fazem ser apreciadas.

De assinalar a introdução de algumas funcionalidades interessantes, como o novo modelo de níveis de utilizadores, divido em 5 (Administrator, Editor, Author, Contributor e Subscriber), muito semelhante ao TextPattern, a possibilidade de importarmos posts através de feeds, a possibilidade de importarmos a nossa blogroll através de um ficheiro OPML, a barra de edição dos posts, que substitui as quicktags (mas que pode ser desactivada no perfil do utilizador) e o novo modelo de upload de imagens.

Em relação a este modelo de upload de imagens (que ainda tem alguns bugs preocupantes), "primeiro estranha-se, mas depois entranha-se".  A verdade Ã© que Ã  partida não é intuitivo, mas assim que se percebe o conceito é interessante e prático, se os bugs que persistem neste momento, forem ultrapassados.

Em princípio, nos próximos dias, irei continuar a acompanhar o desenvolvimento desta nova versão do WordPress, da qual irei dando nota aqui. Para já, quem quiser pode dar uma vista de olhos no meu blogue de testes em http://www.lisbonlab.com/devlab/.

Nota: Todos os posts que estão actualmente no blogue de testes foram importados através do feed deste blogue.

WordPressWordPress 2.0 betabetaTextPattern

Coldplay@Lisboa

ColdplayFoi ontem o concerto dos Coldplay no Pavilhão Atlântico, em Lisboa e eu estive lá. Simplesmente fantástico. Podem não ser a melhor banda do mundo (que para mim são, sem qualquer dúvida, os U2), mas são definitivamente uma das melhores bandas actuais de pop rock, com várias músicas excelentes como a arrepiante "Fix you" que fechou o concerto. Terminado o concerto, só me resta aguardar pelo próximo concerto em Portugal.

Goldfrapp

De assinalar ainda, a agradável surpresa da banda britânica Goldfrapp, que actuou na primeira parte do concerto, com um pop electrónico muito interessante. Para os fãs deste tipo de música, recomendo uma visita ao site onde podem ouvir trechos do seu mais recente trabalho: Supernature.

ColdplayU2Goldfrapp

Os blogues e o jornalismo

Há duas semanas podemos assistir a um debate, no “Clube dos Jornalistas”, sobre a relação entre jornalismo, jornalistas e blogues, no qual esteve presente Rogério Santos, autor do Indústrias Culturais, António Granado, autor do Ponto Media e João Alferes Gonçalves. Na altura não me pronunciei sobre este debate, nem sobre a discussão que se seguiu na blogosfera. Por incrível que pareça acho esta discussão sem conteúdo ou qualquer sentido, logo à partida. No entanto, face aos últimos desenvolvimentos desta discussão, irei tentar expressar a minha opinião de uma forma sucinta.

1. É claro que estou totalmente de acordo quando João Alferes Gonçalves afirma que as batedeiras eléctricas (os blogues) não são sumo de frutas (jornalismo), tal como, para mim, os espremedores de laranjas (jornais) também o não são. Tal como afirma muito perspicazmente Carla Martins no site do Clube dos Jornalistas no artigo "Jornalismo, jornalistas e blogosfera", disponível no link http://www.clubedejornalistas.pt/DesktopDefault.aspx?tabid=487 (via Jornalismo e Comunicação – http://webjornal.blogspot.com/2005/11/jornalismo-e-blogosfera.html)

«Isso seria confundir o “contentor”, o suporte de publicação, com aquilo que nele se publica, o “conteúdo”».

2. Mas qual o verdadeiro motivo desta discussão, desta “dúvida existencialista”? Ao contrário do possa parecer à esmagadora maioria das pessoas que não acompanhem com frequência a blogosfera nacional, são muito raros (para não dizer inexistentes) os casos de blogues portugueses que afirmem fazer jornalismo. Será por isso que, jornalistas ou blogueiros, que têm como actividade o jornalismo, são os que mais se preocupam em delimitar a diferença entre o jornalismo e os conteúdos publicados nos blogues?

3. Tal como a Mónica André e o Pedro Custódio defendem, actualmente os blogues são o que as pessoas quiserem fazer deles, tanto podem ser um local de desabafos íntimos, um portfólio electrónico, um álbum de viagens ou o local onde um qualquer cidadão de uma pequena cidade do interior, pode publicar as notícias do seu concelho. Não poderão os conteúdos de um blogue deste tipo ser considerado jornalismo? Mas afinal o que é o jornalismo ou mesmo um jornalista? Será que todos os jornalistas cumprem os requisitos referidos no Estatuto do Jornalista? Ou ainda, será que todas as pessoas que fazem jornalismo nos orgãos de comunicação social, são jornalistas?

Para aqueles que vêem na blogosfera um local de liberdade de expressão, com mais vantagens do que desvantagens, este debate é redutor, e em nada favorece a blogosfera portuguesa, que cada vez mais é visto como um local de expressão de algumas figuras públicas, como Pacheco Pereira e outros tantos “maluquinhos” por computadores. Tal como já disse uma vez em relação à blogosfera política, existe muito mais blogosfera em Portugal do que a blogosfera jornalística (se é que esta existe em Portugal).

Por último e para vossa reflexão, devo dizer que mesmo pensando que os conteúdos dos blogues não devem ser considerados jornalismo, desde que acompanho diariamente no meu agregador de conteúdos mais de 50 blogues, sinto-me muito mais informado nas minhas áreas de interesse.

JornalistasJornalismoBloguesBlogosfera

Beau Collins

Ao seguir um link no forum do WordPress sobre o lançamento do WP 2.0 beta, descobri acidentalmente o blogue de Beau Collins, com o mesmo nome. A principal razão para recomedar uma visita a este blogue é o seu design simples, mas muito atractivo, com a particularidade de poder ser invertido. A não perder, nem que seja uma visita rápida por 30 segundos. 😉

Beau CollinsbloguesWordPress

BlogDay – any day

Há alguns meses falou-se muito do BlogDay, uma iniciativa que iria ter lugar dia 31 de Agosto e que consistia em recomendarmos 5 blogues. Infelizmente naquela altura não tive tempo para fazer parte desta acção. Como na verdade o BlogDay é quando um "blogger" quiser, a partir de hoje e com alguma periodicidade, irei recomendar alguns blogues que na minha opinião merecem algum destaque, quer seja pelo design atractivo, pelo tema que abordam ou pela qualidade da sua escrita.

BlogDayBlogues

Reflexões sobre RSS [2]

No final da semana passada, um amigo, ao configurar o Netvibes, descobriu acidentalmente que o município de Pombal, de onde eu sou natural, disponibiliza os destaques do portal, as notas de imprensa e as Comunicações, Avisos e Editais do Município em formato RSS. Honestamente não sei quando teve início esta iniciativa inovadora, de grande utilidade para todos os munícipes do concelho de Pombal e cidadãos com algum interesse em Pombal.

No entanto, após uma rápida pesqusa rápida no Google, descobri que esta não é um caso único no nosso país. Além de Pombal, também Ansião, Redondo, Resende, Santo Tirso e Vieira do Minho já disponibilizam conteúdos em formato RSS. Pelos vistos, as autarquias locais começam a aperceber-se do papel importante que esta “tecnologia” pode desempenhar na aproximação das suas organizações burocráticas aos seus munícipes e restantes cidadãos.

No caso concreto do município de Pombal, por exemplo o ficheiro RSS relativo às “Comunicações, Avisos e Editais do Município de Pombal” é uma forma muito interessante de permitir que ex-munícipes daquele concelho, como é o meu caso, possam estar a par de eventuais processos onde sejam parte interessada. Esperemos que estes 6 casos (não sei se existam mais nos mais de 300 munícipios existentes no país), sirvam de exemplo/piloto para os restantes municípios.

Serviços disponíveis:

Município de Ansião:
Noticias do Municipio de Ansião;
Eventos do Município de Ansião.

Município de Redondo: Destaques.

Município de Resende:
Notícias de Resende;
Eventos de Resende;
Actualizações do web site;
Perguntas frequentes.

Município de Santo Tirso:
Notícias;
Eventos;

Município de Vieira do Minho:
Notícias;
Eventos

Município de Pombal:
Destaques da Página Principal;
Notas de Imprensa;
Comunicações, Avisos e Editais.

Por último, é importante referir que nenhum destes feeds passou no FeedValidator. Enfim, ninguém é perfeito, é um 1.º passo.

RSSPombalAnsiãoResendeRedondoSanto TirsoVieira do Minho