Os blogues na Sociedade do Conhecimento

De acordo com os principais especialistas na matéria, economistas, sociólogos, psicólogos, gestores de recursos humanos, entre muitos outros, vivemos cada vez mais na sociedade da informação e mais recentemente na sociedade do conhecimento. Neste sentido, é portanto natural que no mais recente paradigma organizacional, um dos recursos mais importantes numa organização seja o conhecimento, na minha opinião, o conhecimento de cada trabalhador.

Assim sendo, quando alguém na qualidade de empregador pretende contratar um novo elemento para a sua organização, já não se pode limitar a questionar as habilitações literárias e a experiência profissional de um determinado candidato, mas no meu entender, deverá poder aferir os conhecimentos desse mesmo candidato. Um blogue tem todas as características ideais para ser um espaço no qual um candidato pode demonstrar os seus conhecimentos profissionais a potenciais empregadores, e simultaneamente transmitir a mensagem de que é uma pessoa interessada em se manter constantemente actualizada, uma vez que só dessa forma, é possível manter um blogue actualizado com o mínimo de frequência aceitável.

Paralelamente ao demonstrar as principais capacidades de um determinado indivíduo e os seus conhecimentos, pode-se ser confrontado com novas oportunidades profissionais, veja-se o caso de Pedro Mexia, que a partir dos blogues passou para, salvo erro, cronista do Diário de Notícias, ou o caso mais notório, o enorme sucesso dos Gato Fedorento na Sic Radical, que tiveram origem no blog (gatofedorento.blogspot.com), entre outros exemplos não conhecidos da opinião pública.

No caso específico do jornalismo, não tenho qualquer dúvida que é daquelas áreas, onde, um blogue é um espaço onde facilmente um indivíduo pode demonstrar o seu valor, sobretudo quando se está desempregado, sem nada que lhe ocupe o dia.

Porém, esta ideia dos blogues enquanto potenciadores de novas oportunidades profissionais não se restringe ao jornalismo. Outros sectores, como novas tecnologias, marketing, design, arquitectura, entre muitos outros sectores nos quais o conhecimento seja um factor diferenciador importante, podem ser sectores nos quais os blogues poderão proporcionar novas oportunidades profissionais, ou no mínimo servirem como características para desempate na luta por uma vaga numa organização, uma vez que a partilha de conhecimento, de novos dados, novas descobertas ou avanços podem ser demonstrativos das capacidades, dos conhecimentos ou da procura constante por informação, crucial na actual sociedade da informação.

Em Portugal, esta realidade ainda não se verifica, porém quem sabe num futuro próximo…

“MaisAutárquicas”

No “Jornal da Noite” da SIC de ontem (19/09/2005) foi apresentando com algum destaque um novo portal do grupo Impresa, denominado “MaisAutarquicas”, no qual estão centralizados os conteúdos noticiosos, dos principais órgãos de comunicação social deste grupo de comunicação, nomeadamente SIC, Expresso e Visão, sobre as eleições autárquicas de Outubro próximo, disponível no endereço http://www.maisautarquicas.com/ (também disponível em http://maisautarquicas2005.impresa.pt/homepage/).

À primeira vista, a ideia desta iniciativa é bastante interessante – ter um site no qual os cidadãos possam aceder aos principais conteúdos do grupo Impresa sobre as Eleições Autárquicas que se irão realizar no próximo dia 9 de Outubro, actualmente dispersos pelos portais dos respectivos órgãos de comunicação social. No entanto, pelo que é possível verificar até ao momento, este novo site é apenas um agregador dos conteúdos Impresa, uma vez que a esmagadora maioria das chamadas das notícias, existente neste novo espaço encaminha o leitor para a notícia no respectivo portal de origem. Não deixando de ter valor como agregador de links, será que a Impresa não poderia ter ido mais longe, sobretudo agora que a SIC Multimédia utiliza como tecnologia de suporte Microsoft Content Management Server. Será que tecnicamente seria assim tão difícil apresentar os conteúdos dos vários órgãos sobre o mesmo design, num único portal? Honestamente não me parece… mas enfim.

Porém, mais grave é o “MaisAutarquicas” ser um agregador de links para diversos conteúdos que não gratuitos, como é o caso dos vídeos disponível no canal XL do SAPO (disponíveis unicamente para quem tem uma ligação à Internet Netcabo, Sapo ou Telepac) e da maioria dos conteúdos noticiosos do Expresso Online. Uma vez mais, será que tecnicamente não seria possível, permitir que estes conteúdos fossem disponibilizados gratuitamente a quem lhes tentasse aceder através do “MaisAutarquicas”?

Por último, em relação ao "Jornalismo do cidadão", espaço criado neste novo site, para o contributo dos cidadãos, concordo com a opinião expressa por Luís Santos aqui.

ORACLE e SIEBEL

O regresso de férias nunca é fácil, para além do difícil retomar da actividade profissional, com o trabalho acumulado, há sempre os inúmeros emails para ler e responder, os conhecidos e os amigos a quererem matar saudades através do MSN Messenger, os posts em atraso no agregador para ler e a escrita para colocar em dia, sobretudo depois de um início de mês tão activo.

Apesar de a maioria dos tecnologistas ter dado bastante destaque à compra da Skype Technologies pela EBay por aproximadamente 2 mil milhões de euros em dinheiro e acções, para mim mais importante é a compra da Siebel Systems (gigante de software de CRM – Customer Relationship Management) pela igualmente gigante Oracle, pela modesta quantia de 4,7 mil milhões de euros.

Com esta aquisição a Oracle passa a ter na sua posse 3 plataformas de CRM – Oracle, PeopleSoft (adquirida em Dezembro de 2004, por 10,3 mil milhões de dólares) e Siebel, para as quais terá de garantir aos seus clientes, Assistência Técnica e sobretudo Actualizações.

A previsão dos analistas é que a Oracle inclua a Siebel no Project Fusion, do qual já fazem parte a PeopleSoft e a J.D. Edwards (a qual tinha sido adquirida recentemente pela PeopleSoft, quando esta foi adquirida pela Oracle), assegurando a assistência técnica das diversas soluções, ao mesmo tempo que trabalham no desenvolvimento de novos produtos, resultantes da combinação das funcionalidades e desenvolvimentos das várias empresas, agora adquiridas. Resta saber como ficará a relação entre a Siebel e a IBM, principal parceiro no Siebel CRM OnDemand, a mais recente aposta da empresa de CRM.

Assim, será interessante acompanhar a performance da PeopleSoft, da Siebel e da Oracle, nos próximos tempos, uma vez que é bastante comum os clientes das soluções das empresas adquiridas, ficarem inseguros pela falta de informação e sobretudo pela incerteza em relação ao futuro dessas soluções informáticas.

Por último é de assinalar o curioso regresso de Tom Siebel à Oracle, empresa que abandonou em 1990.

 

Informação complementar:
http://www.negocios.pt/default.asp?CpContentId=264565
http://money.cnn.com/2004/12/13/technology/oracle_peoplesoft/
http://www.internetnews.com/ent-news/article.php/3548081
http://www.infoworld.com/article/05/09/13/Hnsiebeloracleibm_1.html
http://searchcrm.techtarget.com/originalContent/0,289142,sid11_gci1124048,00.html

 

De férias

Durante as próximas 2 semanas este blogue irá estar inactivo, uma vez que vou de férias. Entretanto, vou aproveitar as férias para tentar pôr em dia as minhas leituras:

Lazer:
"Nós" – Zamiantine

Mestrado:
Paper: “The Political J-Blogger: “Normalizing” a New Media Form to fit old norms and Practices”
“A Questão Tecnológica” – Fernando Ilharco

Curiosidade:
"Programming Ruby – The Pragmatic Programmer’s Guide"

WordPress addicted

Sim, é verdade, como é possível comprovar por este blog sou um autêntico fã desta aplicação open-source de blogues de nome WordPress.

Ao contrário de muitas outras aplicações open-source de blogues ou CMS, o WordPress é bastante simples de configurar, com um sistema de Plugins e Themes muito prático. Assim não é necessário ter conhecimentos avançados de HTML ou quaisquer conhecimentos de PHP para se instalarem plugins, com novas funcionalidades, ou novos themes, personalizando o aspecto gráfico final.

Do mesmo modo, também o painel de administração e publicação de conteúdos do blogue é bastante simples e intuitivo, mesmo para os utilizadores menos habituados a estas coisas. O template de defeito no painel de administração do blogue é um pouco cinzentão, mas através da instalação de um plugin como o SpotMilk, é possível melhorar substancialmente o seu aspecto.

Para quem tiver conhecimentos de HTML e principalmente de PHP é possível fazer coisas muito interessantes utilizando o WordPress, tanto em termos de webdesign como em termos funcionais.

Pessoalmente, depois da versão 2.0 do //lisbonlab// já utilizei o WordPress no desenvolvimento de outros 2 blogues, instalando novos plugins e criando novos templates baseados em outros já existentes. Agora, o desafio é usar o WordPress para motor de um site normal, por exemplo de uma empresa. Mais pormenores nos próximos tempos.