A RTP e o “Serviço Público”

Em complemento a este post, não consigo compreender como é que a Rádio e Televisão de Portugal ainda não tem um serviço de “streaming” que permita seguir a sua emissão em directo online, tal como sucede há já algum tempo com a emissão de todos os canais da SIC, através do canal SAPO XL, infelizmente, pelo que julgo saber, acessível unicamente para os clientes dos “providers” do grupo Portugal Telecom (por ex.: Netcabo, Sapo, etc). De novo pergunto-me, onde está o verdadeiro "Serviço Público", para o qual todos nós contribuímos? Será que não podemos optar por contribuir para uma verdadeira televisão de “Serviço Público” inovadora, como é a BBC?

  • http://www.litux.org Bruno Rodrigues

    E estarias disposto a pagar £126, ou quase €200 por ano para sustentar a RTP ?

    E se estivessemos todos dispostos a isso, seria a RTP capaz de gerir correctamente esse dinheiro ?

    É complicado comparar uma coisa que funciona (BBC) com um monstro imóvel como a RTP.

  • http://www.lisbonlab.com HNS

    1. Se fosse para ser bem empregue e apesar de ser um “fee” pesado, sim, estaria disposto a contribuir para um serviço de qualidade e inovador.

    2. Infelizmente, não acredito que a RTP fosse capaz de gerir esse dinheiro, de uma forma eficiente e sobretudo transparente.

    3. No entanto, julgo que nem tudo é uma questão de dinheiro. Basta ter em conta que Portugal é dos países da União Europeia que mais dinheiro gasta, em termos percentuais, com a Saúde e com a Educação. Porém não é por isso que a nossa saúde ou educação está ao nível dos países mais desenvolvidos da UE. Por vezes há pequenas coisas, pequenas inovações que se podem fazer, sem necessariamente se ter de dispender muito dinheiro, pelo que concordo inteiramente ctg, a RTP continua a ser um monstro imóvel.

  • http://biscates.blogspot.com circe

    De facto, não sabemos muito bem onde está o “monstro” e em que tentáculos o engordamos.

    Reparem com alguma atenção nas facturas mensais
    dos serviços básicos (água, energias e comunicações) : na da EDP , é mencionada a
    Contribuição Áudio-visual de &1,63.
    Desconheço tratar-se de um valor fixo ou ser
    atribuído proporcionalmente ao consumo;
    E aí, sim, estou interessada nesta discussão, a
    ver se surge a luz…

    Com os melhores cumprimentos,
    Circe

  • Pingback: credit

  • Pingback: Online Live Insurance

  • Pingback: best price online pharmacies alprazolam

  • http://f33.freehostia.com/index.html Dqpejggg

    rental cars cheap
    rental cars cheap

  • http://biscates.blogspot.com/ circe

    De facto, não sabemos muito bem onde está o “monstro” e em que tentáculos o engordamos.

    Reparem com alguma atenção nas facturas mensais
    dos serviços básicos (água, energias e comunicações) : na da EDP , é mencionada a
    Contribuição Áudio-visual de &1,63.
    Desconheço tratar-se de um valor fixo ou ser
    atribuído proporcionalmente ao consumo;
    E aí, sim, estou interessada nesta discussão, a
    ver se surge a luz…

    Com os melhores cumprimentos,
    Circe